Debaixo de muita Chuva Tupi supera o Guarani em Juiz de Fora

Por Natalia Santos - Publicado em 21 de Fevereiro de 2016

O jogo começou movimentando, com o Tupi quase marcando logo de cara. Após divida entre ao Goleiro Leandrão e o atacante Michel a bola passou rente a trave do Bugre, mas esse foi praticamente o único lance de perigo do time da casa na primeira etapa. Depois do susto o Guarani tomou conta da partida e ditou o ritmo de jogo, com toques rápidos o Bugre chegava com perigo e marcou aos 23min, em rebote de escanteio Felipe Cordeiro cruzou na cabeça de Lula que mandou para o  gol sem chances para Glaysson. Apos o gol do Bugre a chuva que caia fina aumentou e mudou o ritmo do jogo, o bom gramado do Estádio Radialista Mario Helenio começou a apresentar poças que impedia que Guarani e Tupi mantivessem as jogadas de toques rápidos, o time da casa passou a tentar em bolas longas alçadas na área, mas a defesa do Bugre se manteve firme não levando sustos. Antes do apito para encerrar a primeira etapa  o arbitrou paralisou a partida por alguns minutos devido a forte chuva e os raios que caiam na Manchester mineira.

 

Na volta para segunda etapa o time da casa se adaptou mais rápido ao gramado e ao novo estilo de jogo, e em jogadas de bolas longas conseguiu logo a virada. Aos 11min a defesa do Tupi lançou bola ao ataque, a zaga do Bugre não conseguiu afastar  e a bola sobrou para Michel que com tranqüilidade e frieza balançou as redes. Dois minutos depois a virada, em escanteio cobrado a bola sobrou para Rubens, o atacante que entrou no intervalo empurrou para rede. O Guarani tentava voltar ao jogo, em boa bola de Romário, que entrara ainda no primeiro tempo no lugar de Carlos Renato que saiu machucado, Jonhatan tentou chegar na frente do goleiro Glaysson mas o arbitro marcou falta do atacante. Quando o Guarani reequilibrava o jogo um lance entre Genalvo e Vinicius Kiss ocasionou a expulsão do capitão Divinopolitano. Com um a menos o Bugre marcava e tentava sair nos contra ataques, mas foi o Tupi que marcou o terceiro. Depois de falta não marcada em Junior Barros a defesa do Tupi acertou mais uma vez a saída longa e a bola ficou livre para Rubens que saiu na frente de Leandrao e marcou aos 29min. Depois do terceiro gol o Guarani tentou diminuir em chutes de  fora da área, mas não foi feliz.

O Guarani entrou com Leandão, Cordeiro, Lula, Murilo, Renan, Iago, Genalvo e Felipe Caldeira, Junior Barros (Marcel), Jonathan e Calos Renato (Romário) (Denilson). 

O Bugre joga mais uma vez fora de seus domínios,  vai ao triangulo mineiro enfrentar o Uberlândia no domingo (28) as 17h.

Guarani Esporte Clube

Divinópolis - MG

© 2019 | Direitos reservados